Organizando com jeans usado!

 

Nem só de bermuda vive um jeans velho! Quem nunca transformou um jeans velho em uma bermuda, que atire a primeira pedra.

Quem não tem um jeans velho no armário? Aquele jeans velho, poidinho que não serve mais para usar porque está fora de moda, não serve mais (porque ele encolheu ;)) ou você já enjoou dele. Você pode doar, vender, trocar ou pode reutilizar  ele de várias maneiras, vou mostrar hoje as várias utilidades do jeans para organizar nossa casa. Organizar? Sim, organizar…. vamos dar ao nosso velho jeans uma vida nova, além de organizar ele vai decorar nossa casa.

Você só vai precisar soltar toda sua criatividade e suas habilidades manuais.

Lindos estes organizadores feito só com os bolsos das calças, você pode usar para organizar  brinquedos,  correspondência, organizar banheiro e muito mais…

 

Pra você que gosta de trabalhos manuais, suas agulhas e linhas sempre organizadas.

 

Aqui decorando e organizando revistas, controle remoto, brinquedos ou mantas

 

Como as pessoas são criativas,  organizador de sapatos.

c43f4a9c306b2b88deddd1d880303e4e

 

Não tem espaço nas gavetas, use a porta para organizar talheres

organizador de talheres jeans

 

Organizando sua festa quando seu espaço e pequeno.

organizador de talheres festa jeans

 

Espero que tenham gostado, e se tiver mais uma ideia de como organizar com jeans, mostra pra gente.

Se gostou, curta e compartilhe!

Beijos no coração.

 

 

 

Anúncios

Como organizar trabalhos escolares

Não demora muito e mais um ano letivo dos pequenos começa! E lá vão eles produzir os trabalhos de educação artística que tanto adoramos receber, mas e aqueles do ano anterior, o que fazer?

Por experiência própria -prestando serviços de organização – sei que o assunto de hoje poder ser bem complicado para os pais. É difícil (já passei por esta fase também), mas decisões devem ser tomadas e devemos fazer o descarte de alguns trabalhos escolares (ou obras de arte)  dos pimpolhos.

Assim, a estratégia nestes casos é ensinar a criança a fazer o descarte. Desta forma, crescerá aprendendo que não deve se apegar a coisas banais e será organizada desde pequena. E nada melhor do que começar perguntando para as crianças quais trabalhos elas gostariam de guardar!

Sim, para os pais todos os trabalhos são lindos e especiais. Mas que tal ouvir os pequenos e ver o que realmente tem significado e que foi uma obra de arte para eles e o que foi meramente um trabalho da escola.

Com isso, não se guardará coisas sem relevância,  a criança aprenderá a importância do descarte e além de tudo estará passando tempo com você enquanto fazem esta tarefa.

Além disso, sugiro outros critérios para escolher o que fica:

  • primeiro trabalho,
  • o que ele mais gosta,
  • dia das mães,
  • dia dos pais,
  • natal, .
  • projetos e pesquisas,
  • redação,
  • avaliações e fotos.

  Não pensa que acabou, não! De nada adianta escolher o que fica se vai deixar esquecido dentro de uma pasta sendo devorado pelas traças!

Uma sugestão, já que estamos tratando das “obras de arte” dos pequenos, é criar uma galeria. Porque não? Essa dica é bem fácil de fazer, dá pra colocar os trabalhos em molduras ou pranchetas (pendurados na parede com dupla face específica para quadros) e ir trocando a cada entrega de trabalho.

Ah, mais fácil ainda. Dá pra fazer um “varal de trabalhos” com corda e prendedores de roupa.

 

Se não tiver espaço para expor dá para arquivar (beeem diferente de jogar tudo dentro de uma pasta).

O procedimento é igualmente simples, use uma pastas com plásticos (ótimos para visualização e manutenção dos trabalhos) , pastas sanfonadas ou envelopes para cada ano escolar e identifique ano, nome professor, escola, coloque na frente uma cópia colorida da foto da criança.

 

Outra ideia para guardar os trabalhos que talvez seja a maneira onde mais durarão, é digitalizar ou fotografá-los. Não ocuparão espaço físico e por consequência TODOS os trabalhos ficarão registrados. Além disso quando já tiver conteúdo suficiente pode criar um photobook e imprimir. (E pros mais corujas, dá pra carregar no celular e mostrar pra todo mundo a qualquer hora).

 

Depois de selecionados os trabalhos que seriam guardados e escolhida a forma de conservação, falta saber onde armazená-los.

E aqui a dica é fazer uso de caixas personalizadas ou caixa arquivo lembrando de deixar sempre em locais de fácil acesso para que as crianças possam manusear a vontade. Se for pra deixar esquecido é melhor nem guardar.

 

 

Cuidados para conservar seus sapatos

Sapatos são peças que se bem cuidadas podem durar por anos. E para conservá-los não tem segredo é só limpeza e organização. Nesta postagem vamos ensinar alguns cuidados simples que garantirão a vida longa dos sapatos.

1 – Deixe os sapatos descansarem e respirarem.

Bactérias e fungos são os causadores dos odores desagradáveis nos sapatos, um ambiente úmido ocasiona a proliferação destes organismos. Assim, quando tirar os calçados, deixe “descansar” por algumas horas em um ambiente arejado e seco para que a umidade seja eliminada (neste momento é sempre bom ter uma esponja ou flanela por perto para tirar excesso de sujeira do exterior).

Se possível deixe seus sapatos “respirarem” alternando os pares, evitando utilizar o mesmo para em dias consecutivos.

2- Sapato sujinho? No máximo na sola!

Nenhuma sapateira ou armário combina com sapatos sujos, até mesmo por que a maioria é de cor clara e ninguém que móveis encardidos. Então crie rotinas para limpeza dos sapatos, o início é difícil, depois acostuma e o resultado são sapatos lindos e que durarão por mais tempo.

No final do post tem dicas de como limpar os sapatos dos principais materiais (couro, verniz e camurça).

 

3- Sem cheiro ruim.

Salpicar bicarbonato de sódio dentro dos sapatos e deixar agir durante a noite ajuda a retirar a umidade evitando a proliferação dos fungos e bactérias, amenizando odores;

Dá pra borrifar um pouco de desinfetante Lysoform diluído em água (para cada litro de água, misturar 25 ml do desinfetante) dentro do sapato. Deve ser borrifado pouca quantidade para não encharcar. Depois é só deixar secar na sombra (nunca coloque direto no sol pois pode deformar o sapato).

Uma dica fácil e barata é colocar jornal dentro do sapato pois absorve a umidade.

4- Dicas de limpeza
Couro: sapato de couro.png
Este material não apresenta dificuldade de limpeza, um pano seco é suficiente para fazer o trabalho.  Depois é só aplicar produto para couro (graxas, ceras…) para evitar ressecamento.
Se a sujeira for mofo, utilize um pano úmido para limpar. Depois deixe secar e hidrate o couro com vaselina ou graxa.
As solas devem ser limpas com escova de cerdas macias e água corrente.
sapato de verniz.png

Verniz:  Para tirar a sujeira utilize pano úmido e flanela para dar brilho.

sapato camurça.png

 

Camurça: use de uma escova macia, passando  sempre no mesmo sentido da fibra do tecido.

Com isso seus sapatos durarão muito mais tempo

 

Passos para iniciar a organização.

Acredita-se que o procedimento da organização resume-se à simples tarefa de retirar os objetos de onde estão e recolocá-los de maneira não amontoada, mas não é.

Existem passos – inclusive de preparação psicológica – a serem seguidos para iniciar a organização, então criei uma galeria para auxiliar no processo. Que no final além de resultados visíveis terá sido uma jornada extremamente gratificante.

Cliquem na primeira foto para abrir a galeria.

Guardando cintos

Existe uma infinidade de formas  de organizar os cintos, mas o mais importante é saber que não existe uma forma certa !

Como toda organização que funcione, depende do espaço que se tem e como será mais fácil para você criar a organização e conseguir mantê-la.

Ao escrever este post, procurei selecionar  dicas que sejam “universais” por setem adaptáveis a qualquer tamanho de guarda roupa e bol$os -Existem opções que podem ser encontradas a partir de R$1,99 (#ficaadica ;)).

Se for possível e você tiver espaço o interessante é deixar eles esticados para não deformar, e se for o caso não esqueça de que é preciso de +- 1 m de altura para os cintos não encostarem no chão do guarda-roupas.

Se você for enrolar é bom não deixar muito apertado, porque pode marcar e “quebrar” o couro, neste caso você  pode usar e abusar de caixas, cestas, divisórias.

Vamos ao trabalho, com certeza alguma destas maneiras de organizar  cintos  vai servir para você.

Estes são ótimos para prender na lateral interna do guarda roupas, não ocupam muito espaço e são vendidos em lojas especializadas em armários.

Usar  ganchos é uma ótima opção para pendurar os cintos no varão ou  na porta do guarda-roupas.

Existem cabides específicos para pendurar os cintos ou você pode adaptar.

Estes tipo aqui  você encontra em lojas a partir de R$1,99,  ocupa pouco espaço e servem também para organizar diversos itens.

Guardados enrolados em gavetas com divisórias, ou gavetas plásticas ou divisórias cabem em qualquer gaveta que você encontra em lojas de departamento.

Neste caso foi usado um mosquetão.

cinto5

Isto sim, é ter muuuuito cinto, dá para enxergar todos, e foram separados por cor para facilitar a visualização.

cinto3

Este modelo faça você mesmo ficou uma graça.

FOTO-22

Espero que depois destes exemplos você se anime e organize seus cintos.

Se você gostou, curta e compartilhe.

Beijos no coração!